terça-feira, 3 de maio de 2011

Surpreendente



Sabe o que me deixa feliz? Quando me deixam feliz.
E não há nada de redundante nisso.


Sempre tem aquele dia em que você acorda mal, se atrasa, come mal, se irrita com qualquer detalhe, estuda mal, nada o satisfaz e parece que a bendita melhora sequer aparecerá o resto da semana. E, de repente, você se depara com alguém que nem esperava; que mal conhece ou fala, ou que há muito não vê. Foi preciso uma conversa de 10 minutos com o faxineiro do prédio para que a paisagem do meu dia ganhasse outro mosaico. Mesmo falando sobre coisas corriqueiras, a felicidade e simpatia com que ele falava comigo me animou de tal forma que eu queria abraçar a primeira pessoa que me aparecesse. Só por abraçar. Fiquei pensando em o quanto ele trabalha todo santo dia em vários serviços pesados e que, mesmo assim, não perde o sorriso em nenhum momento. Certamente, ele também tem seus grandes problemas, porque não vivemos sem eles. Mas lá está, sempre com o mesmo entusiasmo e interesse para com todos os moradores. Que pessoa maravilhosa! Que pessoa esperta por saber driblar tão bem as lutas do dia-a-dia e ainda transmitir, sem nem saber, todo esse carisma.


Alegria chegando de onde menos se espera é o que há de melhor.


Deixar que problemas bobos nos sufoquem é perda de tempo e só faz mal pra saúde.
Pra que carranca? Afinal, você recebe o que você mesmo transmite.
E quero que cara feia pra mim seja só de fome mesmo.







                                                                   photo: web





Viviane Botelho

6 comentários:

  1. concordo plenamente.
    um e-mail inesperado, por exemplo, muda a vida de uma pessoa!



    rs
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  2. texto é a mais pura verdade e a foto de um MININU LINDU

    ResponderExcluir
  3. AUshuahsuHsuAHsuaHSua Anônimo, o cacete!

    ResponderExcluir
  4. Com certeza! Às vezes nos piores dias, temos as melhores surpresas :)
    Beijo,
    narradorapersonagem.blogspot.com

    ResponderExcluir

O Universo agradece